terça-feira, 1 de junho de 2010

Inescrupuloso

Hoje refleti sobre algo que há muito tempo vem me incomodando. Não entendo o que leva uma pessoa a querer mostrar ser o que claramente não é. Parece que o preço para ascensão social anda subindo afinal, mas a teia de mentiras que cada um está tecendo sobre si mesmo um dia os sufocará. Eis o preço: desonestidade em troca de status.
Estou farta da necessidade que todos tem de aparentar ter dinheiro. Ninguém mais quer crescer economicamente para adquirir qualidade de vida, ninguém pensa em poder um dia ajudar as pessoas que precisam. É aquela velha história de entrar na high society. Fútil. Fora isso existem, aqueles que querem se encaixar em algum padrão, ou em nenhuma para poderem sair por aí dizendo "sou diferente". Qual é o problema em ser você mesmo sem precisar inventar características ou estar a todo momento tentando deixar alguma evidente?
Mídia, valores, padrões. Há quem se mate para ter o corpo da revista, o carro do ano, a roupa da moda, a melhor festa, e blablabla. As pessoas estão se afogando em dívidas; comprando, comprando e comprando pra se sentirem melhor.  Não importa se você precisa daquilo ou não, afinal a idéia é apenas criar uma espécie de vitrine. Ridículo e desnecessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ship Anchor