terça-feira, 1 de julho de 2014

I think...

... she doesn't know how painful it is to love her the way I do.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Pandora's box

Pandora knew she wasn't supposed to open that box. Zeus trusted in her to protect it, saying it shouldn't be opened in any condition. However, I wouldn't be talking about Pandora's myth if she had followed the rules. She was gifted with curiosity. By the time the box was opened, all the evils of the world came out.

I should have learned with Pandora's mistake.

domingo, 25 de novembro de 2012

Só por hoje

Gostaria de pedir que esta noite, só esta noite, você saia da minha cabeça. Nossa situação barroca, de estarmos sempre divididos pelo o que se quer e o que se deve, já me cansou demais - ao menos uma noite, eu quero descansar. Gostaria de pedir que me deixe esquecer a dialética que somos - nestas últimas horas antes do sol nascer, quero poder esquecer que, apesar de opostos, não vivemos sem o outro. Se não for abusar da boa vontade, gostaria de pedir ainda que amanhã, após o descanso de hoje, você me canse o dobro, pois já estarei com saudades de me cansar de você. 

sábado, 24 de novembro de 2012

E se...

Estava pensativa durante as primeiras horas do dia, as primeiríssimas, antes mesmo do sol nascer. Liguei a TV, que é a companhia daqueles que são sozinhos. Ouvi aquela voz cantando aquela música. Era Djavan concordando comigo, cantando a letra dos meus pensamentos: "mas você adora um se...".
Eu adoro um "se". O "se" nos permite imaginar uma infinidade de realidades paralelas àquela que nossas escolhas constroem. "E se eu pudesse ver o futuro e visse que, daqui uns anos, nós...", parei de pensar! Melhor não colocar em palavras esse tipo de coisa, é perigoso. Voltei a ouvir a voz da TV, "São Jorge por favor me empresta o dragão". Quando me dei conta, minha voz se misturava com aquela outra e eu cantava o refrão, quase tropeçando na densidade daquelas palavras. 
Um tempo depois, outra voz bateu em cheio nos meus ouvidos e cantou a letra de pensamentos que eu nem ao menos tinha. Ou tinha? Já não sei dizer, mas cantou... "E das tripas coração, mais uma tarde pra levar meu amor pra eternidade. Meu amigo, por favor, me aguarde, que a gente vai se encontrar."

sábado, 1 de setembro de 2012

Mil e uma noites

No meio da noite, estico o braço em busca do teu corpo quente. 

Não o encontro. Acordo.

Olho para o lado da cama em que você deveria estar, mas não está. Acaricio o travesseiro, o mesmo que você costuma roubar de mim enquanto dormimos. Sorrio, mas logo deixo de sorrir, pois sei que esta noite o travesseiro não será roubado. 

Fecho os olhos. Espero o sono. 

Adormeço. Sozinha.
De novo.
Ship Anchor